Página:Ultimos Sonetos.pdf/41

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


COGITAÇÃO


Ah! mas então tudo será baldado?!
Tudo desfeito e tudo consumido?!
No Érgástulo d'érgástulos perdido
Tanto desejo e sonho soluçado?!

Tudo se abysmará desesperado,
Do desespero do Viver batido,
Na convulsão de um unico Gemido
Nas entranhas da Terra concentrado?!