Página:Ultimos Sonetos.pdf/52

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
46
ULTIMOS SONETOS


Livre! bem livre para andar mais puro,
Mais junto á Natureza e mais seguro
Do seu Amor, de todas as justiças.

Livre! para sentir a Natureza,
Para gozar, na universal Grandeza,
Fecundas e archangélicas preguiças.