Página:Ultimos Sonetos.pdf/60

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
54
ULTIMOS SONETOS


Fico feliz por me sentir escravo
De um Encanto maior entre os Encantos,
Livre, na culpa, do mais leve travo.

De ver minh’alma com taes sonhos, tantos,
E que por fim me purifico e lavo
Na agua do mais consolador dos prantos!