Página:Ultimos Sonetos.pdf/83

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


FLOR NIRVANISADA


Ó cégos corações, surdos ouvidos,
Boccas inuteis, sem clamor, fechadas,
Almas para os mysterios apagadas,
Sem segredos, sem écho e sem gemidos;

Consciencias hirsutas, de bandidos,
Vêsgas, nefandas e desmanteladas,
Portas de ferro, com furor trancadas,
Dos ócios máos hystericos Vencidos.