Página:Ultimos Sonetos.pdf/99

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


ETERNOS ATALÁIAS


Os sentimentos sérvem de ataláias
Para guiar as multidões errantes
Que caminham tremendo, vacillantes
Pelas desertas, infinitas práias...

Abrangendo da Terra as fundas ráias,
Attingindo as esphéras mais distantes,
São como incensos, myrrhas odorantes,
Miraculosas, fúlgidas alfáias.