Página:Varias poesias de Paulo Gonçalvez d'Andrada.pdf/9

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


A

FRANCISCO

DE

FARIA SEVERIM

Chantre na See d’Euora, &c.

QVERO dar a minha impreßão o credito mais abonado com a eſtampa do iluſtre nome de V.M. & com as flores da primauera alegre de ſeus annos acrecentar a eſtimação ao florido deſtas poeſias. Aceite V.M. o acerto de minha eleição para teſtemunho certo do agrado, com que catiua as vontades mais alheas. Natureſa, ou imitação ſerà,q V.M. herdou, ou que aprendeu daquelle illustre no ſangue, iminente nas letras, eſclarecido nas obras o ſenhor Manoel Severim de Faria Chantre da Catedral de Euora tio & anteceßor de V.M. Conhecerà o mundo, que daquellas ſinſas frias com o calor da virtude viua de V.M. renace, como Fenix a memoria de tão inſigni Varão.

§ 3