Se vos eu ousasse, senhor

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Se vos eu ousasse, senhor
por Vasco Gil


Se vos eu ousasse, senhor,
no mal que por vós hei, falar,
des que vos vi, a meu cuidar,
pois fôssedes en sabedor,
doer-vos-íades de mi.
  
E porque nunca estes meus
olhos fazem senom chorar
u vos nom veem, com pesar,
se o soubéssedes, por Deus,
doer-vos-íades de mi.
  
Com'e quanto meu coraçom,
senom em vós, d'em al coidar,
se vo-l'eu ousasse mostrar,
por mesur'e por al nom,
doer-vos-íades de mi.
  
Mais nom vos faç'eu [rem] saber
de quanto mal me faz Amor
por vós, ca m'hei de vós pavor;
ca, se vo-l'ousasse dizer,
doer-vos-íades de mi.