Um pastor vindo de longe

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Um pastor vindo de longe
por Tradicional
Recolhido por Álvaro Rodrigues de Azevedo.


Um pastor vindo de longe
Á nossa porta bateu;
Trouxe recado que diz:
«Lo Deus Menino naceu.»

Este recado tivemos
Já meia-noite seria;
Estrellas do ceo, lá vamos
Dar parabens a Maria.
— «Mas que lh’emos de levar,
A um Deus que tanto tem?»
— «Ainda que muito tenha,
Sempre gosta que lhe deem.»

— «Eu lhe lev’um cordeirinho,
Lo melhor qu’eu incontrei.»
— «E eu lev’um requeijão
Lo melhor qu’eu requeijei.»
— «Pois tambem eu aqui levo,
Fofinhos, p’ra lh’off’recer,
Bons merendeiros de leite;
Favo de mel, p’ra comer.»

— «Vamos ter c’os mais pastores,
Nã se percam no caminho;
Vamos todos, e depressa,
Adoral lo Deus Menino.»
— «Vinde tambem pastorinhas,
Vinde, correi a Bethlem;
Vinde visitar Maria,
Que divino filho tem.»
— «Esta noit’é sancta noite,
Ind’assim mesma, tão fria;
Vamos todos a Bethlem
Visitar Jesus, Maria.»

— «Ai, que formoso Menino;
Ai, que tanta graça tem;
Ai, que tanto se parece
Com sua Senhora mãe!»