Un sangrador de Leirea

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Un sangrador de Leirea
por Men Rodrigues de Briteiros


Un sangrador de Leirea
me sangrou estoutro día,
e vedes que me fazía:
andand'a buscar a vea,
foi-me no cuu apalpar:
     al fodido irá sangrar
     sangrador en tal logar!

Este sangrador, amiga,
traz ũa nova sangría,
onde m'eu non percebía:
filhou-me pela barriga:
começou a sofaldrar:
     al fodido irá sangrar
     sangrador en tal logar!

E tal sangrador achedes,
amiga, se vos sangrades:
quando vos non percatades,
se lho consentir queredes,
querrá-vos ele provar:
     al fodido irá sangrar
     sangrador en tal logar!

Quen tal jogo quer jogar,
con sa mai vaa joguetar.