És perla doirada

Wikisource, a biblioteca livre

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
(És perla doirada)
por José da Silva Maia Ferreira
Poema publicado em Espontaneidades da minha alma.


A UMA JOVEN!


És perla doirada,
Por Anjo engastada,
De brilho famada
No mundo a luzir;
És alva pombinha,
És meiga estrellinha
Que o céu acarinha,
No céu a fulgir!

És flor primorosa,
No viço radiosa,
No cheiro mimosa
Na terra a florir:
És trova singella,
Tão pura e tão bella
De meiga donzella
De casto surrir!

És écho sentido
Por Anjos sabido
Por mim tão querido,
No peito a vibrar:
És doce harmonia,
Qu’enleva, extasia
Com forte magia
No teu decantar!

Gemido de serra,
Suspiro da terra,
És tudo qu’encerra
A terra, céu, mar!
És sopro divino
Tão puro e tão dino,
Que sabes n’um hymno
O mundo extasiar!


J. S.