A Noiva Roubada

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
A Noiva Roubada
coletado por Sílvio Romero
Publicado em Cantos populares do Brasil. (Rio de Janeiro)

—Deus vos salve, minha tia,
Na sua roca a fiar!
“Si tu és o meu sobrinho.
Três sinais hás de me dar.

—Qu'éd'êl-o meu cavalo
Qu'eu aq:ui deixei ficar?
"O teu cavalo, sobrinho,
Está no campo a pastar.

—Qu'éd'el-a minha espada
Qu'eu aqui deixei ficar?
"A tua espada, sobrinho,
Está na guerra a batalhar.

Qu'éd'el-a minha noiva
Qu'eu aqui deixei ficar?
"A tua noiva, sobrinho,
Está na igreja a se casar.

Sele, sele o meu cavalo
Qu'eu quero ir até lá;
Eu andei por muitas terras
Sempre aprendi a falar.

Deus vos salve, senhora noiva
Neste seu rico jantar.
"Si é servido da boda,
Apeie-se e venha manjar.

Eu não quero a sua boda,
Nem também o seu jantar
Só quero falar com a noiva
Um certo particular.