A correa, minha vyda

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
A correa, minha vyda
por João de Meneses
Cantiga publicada em 1516 no Cancioneiro Geral de Garcia de Resende.


Cantigua sua a hũa sua criada que se chamava correa.

A correa, minha vyda,
nam lhe deys tam triste fym,
nam sejays desconheçida,
por nam serdes omeçyda
contra vos e contra mym.

Contra vos, em me deyxar
viver em tanta tristura;
contra mym, em me matar
goay d'alma qu'a de pagar
os danos da fremosura!
O vyda de minha vida
ja me nam pesa da fym;
mas ey doo, desconheçida,
de vos'alma qu'ee perdida
polo nam aver de mym.