Ao mesmo

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ao mesmo
por Manuel Botelho de Oliveira


Se me encobres, tirana,
De teu rosto gentil a luz ufana,
Julga meu pensamento
Que hás de dar bem ao mal, gosto ao tormento;
Sendo esse linho, se padeço tanto,
Às chagas atadura, lenço ao pranto.