Apparição (Cruz e Sousa)

Wikisource, a biblioteca livre

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Apparição
por Cruz e Sousa
Poema publicado em Broqueis (1893).
Obra com ortografia atualizada disponível em Aparição (Cruz e Sousa).




Por uma estrada de astros e perfumes
A Santa Virgem veio ter commigo:
Doiravam-lhe o cabello claros lumes
Do sacrosanto resplendôr antigo.

Dos olhos divinaes no doce abrigo
Não tinha laivos de Paixões e ciumes:
Domadôra do Mal e do perigo
Da montanha da Fé galgára os cúmes.


Vestida na alva excélsa dos Prophétas
Fallou na ideal resignação de Ascétas,
Que a febre dos desejos aquebranta.

No entanto os olhos d'Ella vascillavam,
Pelo mysterio, pela dôr fluctuavam,
Vagos e tristes, apezar de Santa !