As comédias se acabaram

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Descreve humas comedias, que na Cajaiba foram representadas pelos mesmos, ou parte delles com outros da mesma condição.
por Gregório de Matos

1As comédias se acabaram
a meu pesar, e desgosto,
pois para ter, e dar gosto
tomara eu, que começaram:
bem os mirões se admiraram,
e por caminhos umbrosos
iam dizendo saudosos,
e cheios de admiração,
bem haja esta geração
de Pissarros, e Cardosos.

2Não me esquecera em meus dias
a boa arte, e disciplina,
com que a Madre Celestina
fazia as feitiçarias:
nas suas astrologias
usava de tais cautelas,
que diziam as Donzelas,
o Gregório em todo o caso
por evitar um fracasso
domina sobre as estrelas.

3Dizem, formosas, e feias
mulheres de todo o estado,
que o Carvalho no tablado
chove-lhe a graça às mãos cheias:
ele é velhaco de meias,
ora santo, ora velhaco,
e eu, que o vi vestido em saco,
disse logo espavorido.
basta, que foi Deus servido
fazer um santo de um caco?

4Não me esqueça o Azevedo,
porque posto no tablado
rebertolou de atinado,
porque ora é manso, ora azedo:
a nenhum outro concedo
ser homem tão peregrino,
tão geral, e tão divino,
pois a dizer me provoca,
que traz por língua na boca
as folhas do calepino.

5Ninguém o pode entender,
e eu muito menos o entendo,
e só ele compreendo,
que o não posso comprender:
o que tem, que agradecer,
é o prazer, e o bom ar,
com que se vem ofertar,
porque em todas as jornadas
quer, que lhe dêem as pancadas,
porém não as quer levar.

6Ele é um lindo rapaz,
e o primeiro filho de Eva,
que dá gosto, quando leva
muito mais que quando traz:
mas o Carvalho sagaz,
que lhe sabe das manqueiras,
lhe sacode as costaneiras,
porque quando desentoa,
dá-lhe uma má, e outra boa
com talos de bananeiras.

7Inácio é grande estudante,
e nos mostrou tão bom fio,
que do seu jeito confio,
que há de ser grande farsante:
para moço principiante
nos deu bastante regalo,
e nas comédias, que falo,
como nas mais, que hão de haver,
a muitos há de exceder
sim por vida de Gonçalo.

8Veio a festa a se acabar,
e eu, que lhe vim assistir,
estou cansado de rir,
mais do que de trabalhar:
agora entendo passar
à Catala, que é buçaco,
porque em lugar tão opaco
a todos dê, que entender,
depois das comédias ver,
ir vê-las por um buraco.