As papoulas da saúde

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Campesinas por Cruz e Sousa
As papoulas da saúde
Poema agrupado posteriormente e publicado em O Livro DerradeiroCampesinas


As papoulas da saúde
Trouxeram-te um ar mais novo,
Ó bela filha do povo,
Rosa aberta de virtude.

Do campo viçoso e rude
Regressas, como um renovo,
E eu ao ver-te, os olhos movo
De um modo que nunca pude.

Bravo ao campo e bravo a seara
Que deram-te a pele clara
São rubores de alvorada.

Que esses teus beijos agora
Tenham sabores de amora
E de romã estalada.