Carta de Dom Pedro II para sua irmã Januária (23 de setembro de 1860)

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Cara Mana

Muito te agradeço a tua carta de Paris. A respeito do triste motivo de tua sahida de Napoles nada posso acrescentar ao que escrevo ao Luiz.

O que mais m´incommoda é o juizo que alguns formão de seu procedimento; mas creio que os acontecimentos o justificarão provando sua inteira lealdade ao rei.

Como explicas a conservação em Napoles do Conde de Syracusa? Talvez queiras vir para o Brazil, e que prazer não teria eu n´isso; mas não o acho prudente agora, havendo por aqui Jente que daria desgostos ao Luiz,já me constando ter se dicto que só assim receberia elle a dotação no Brazil. Fallo-te com toda esta franqueza porque devo prevenir-te de tudo assim como ao Luiz a quem alias não o faço directamente por que entendi que só devia referir-me a minha carta á d´elle de 23 de Agosto.

Tive uma forte constipação, mas já estou bom, e dou depois damanhã um pulo a Santa Cruz para ver diversos melhoramentos feitos na fazenda durante minha ausência de 10 annos; faltando sabbado Não ha novidade e as eleições forão talvez melhores que as passadas apezar dos roncos de alguns; felizmente ha no Brazil muita tendencia para a paz

Adeus! Aceita um saudosissimo abraço de

Teu Mano do coração

Pedro