Costumes Americanos

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Costumes Americanos
por Humberto de Campos
Conto publicado em Grãos de Mostarda


(Alphonse Allais)

Parque de "Rouse's point". Noite, já alta. Ouvem-se ao longe os acordes da "Washington Post".

("Washington Post" é a "New dance" que, com toda certeza, fará furor em Paris, este inverno. Para conhecer a música, com as devidas instruções para a dança, escrever ao meu velho camarada Whaley Royce, 118, Young street, Toronto. As pessoas que quiserem economizar as despesas de correio, sempre exageradas, podem ir procurá-lo pessoalmente. Nesse caso não convém deixar Toronto sem dar uma olhadela às quedas dágua do Niagara, curioso fenômeno situado não longe de lá.)

Fechemos os parênteses.

— E Vossa Excelência, "miss", não dança esta noite?

— Não senhor; esta noite, não.

— Por que, "miss"?

— Porque, eu vim de meia curta e não vim de calça.

— Pilhéria de Vossa Excelência!

— Pilhéria, não; olhe...

E levanta o vestido, para provar que é verdade.