Diccionario Bibliographico Brazileiro/Alexandre Manoel Albino de Carvalho

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Diccionario Bibliographico Brazileiro por Sacramento Blake
Alexandre Manoel Albino de Carvalho


Alexandre Manoel Albino de Carvalho - E' bacharel em mathematicas, e assentando praça no exercito em 1826, serviu no corpo de estado maior de primeira classe vencendo diversos postos até o de coronel, a que foi promovido em 1856, e depois no estado-maior general até o posto de marechal de campo, em que foi reformado em Janeiro de 1881. Exerceu diversas commissões importantes como a de director do arsenal de guerra da côrte, e de presidente de Matto Grosso.

E' dignitario da ordem da Roza, commenda!lor da de S. Bento de Aviz, oflicial da do Cruzeiro, condecorado com a medalha do exercito em operações no Uruguay em 1852, e com a do exercito em operações na guerra contra o Paraguay, ambas com passador de ouro.

Escreveu:

- Relatorio apresentado ao Exm, Sr. chefe de esquadra Augusto Leverger, vice-pesidente da provincia de M atto Grosso ao entregar a administração da mesma provincia em agosto de 1865, contendo a synopse da historia da invasão paraguaya na mesma provincia. Rio de Janeiro 1866.

- Planta da ilha de Santa Catharina e seus limites, copiada das melhores cartas por Patricio Antonio de Sepulveda Ewerard e Alexandre Manoel Albino de Carvalho em 1838, - Existe no archivo militar, e serviu para a confecção da Carta geral do Barão da Ponte Ribeiro, exhibida na exposição nacional de 1875.

- Planta dos prasos da serra da Estrella, instituidos em terras da imperial fabrica de polvora, na conformidade do regulamento expedido pela repartição da guerra, etc.- Existe o original no mesmo archivo.