Diccionario Bibliographico Brazileiro/Antonio Borges da Fonseca

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Diccionario Bibliographico Brazileiro por Sacramento Blake
Antonio Borges da Fonseca


Antonio Borges da Fonseca — Nasceu na provincia da Parahyba pelo anno de 1808 e falleceu na cidade de Jazareth, provincia de Pernambuco, a 9 de abril de 1872.

Era formado em direito pela universidade da Allemanha, tendo feito seus estudos secundarios no seminario episcopal de Olinda; exerceu o cargo de secretario do governo, por pouco tempo, em sua provincia natal, e a advocacia no Recife.

Republicano exaltado, tão inabalavel em seus principios politicos, quanto corajoso e audaz, na tarde de 6 de abril de 1831, achando-se no Rio de Janeiro, foi o primeiro a apresentar-se no campo de Sant'Anna, protestando contra o ministerio de reaccão anti-liberal, organisado na noite antecedente, animando e excitando á rebellião os grupos que ahi se reuniam; e na revolução praieira de Pernambuco, em 1848, de que foi um dos mais proeminentes vultos, chegou sua audacia á loucura de subir ao alto de um chafariz, e d'ahi proclamar á força do governo no meio da fuzilaria, a que se passasse para o seu lado, tendo a felicidade inaudita de não ser ferido de uma bala!

Dedicou-se com todo fervor ao jornalismo politico, soffrendo por causa de suas idéas diversos trabalhos em sua mocidade.

Escreveu:

Gazeta parahybana. Parahyba, 1828-1829 - Esta publicação cessou com a prisão de seu redactor e o subsequente processo, sendo absolvido pelo tribunal do jury.

Abelha pernambucana. Pernambuco, 1829-1830 — Sahiu o primeiro numero desta folha, in-4º, a 24 de abril de 1829 e o ultimo a 31 de agosto do anno seguinte. O Republico: periodico politico. Pernambuco, 1830-1831 — Esta folha foi publicada pelo mesmo Borges da Fonseca na Parahyba, 1832; e depois ainda em Pernambuco e no Rio de Janeiro.

O Nazareno. Pernambuco (?) — Nunca pude encontrar este periodico. Sei, porém, que foí publicado por Borges da Fonseca.

O Tribuno. Pernambuco, 1846-1847.

Compatriotas: proclamação dirigida ao povo brazileiro por Antonio Borges da Fonseca, redactor do Republico . Rio de Janeiro, 1831, 1 folha.

Representação que á camara dos senhores deputados dirigem Manoel Lobo de Miranda Henrique, Frederico de Almeida Albuquerque e Antonio Borges da Fonseca, deputados eleitos pela provincia da Parahyba do Norte. Rio de Janeiro, 1838. 12 pags, in-4º — Versa sobre reclamação de direitos como deputados, que não foram attendidas quanto aos dous ultimos, pois que só o primeiro foi reconhecido e tomou assento na representação nacional de 1838 a 1841.