Encarece a fineza do seu tormento

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Encarece a fineza do seu tormento
por Manuel Botelho de Oliveira


Meu pensamento está favorecido,
Quando cuida de Anarda o logro amado;
Ele se vê nas glórias do cuidado,
Eu me vejo nas penas do sentido.

Ele alcança o fermoso, eu o sofrido,
Ele presente vive, eu retirado;
Eu no potro de um mal atormentado,
Ele no bem, que logra, presumido.

Do pensamento está muito ofendida
Minha alma, do tormento desejosa,
Porque em glória se vê, bem que fingida:

Tão fina pois, que está por amorosa,
De um leve pensamento arrependida,
De um vão contentamento escrupulosa.