Estes olhos meus hei mui gram razom

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Estes olhos meus hei mui gram razom
por Vasco Gil


Estes olhos meus hei mui gram razom
de querer mal, enquant'eu já viver,
porque vos forom, mia senhor, veer;
ca depois nunca, si Deus me perdom!,
       pud'eu em outra rem haver sabor,
       erg'em coidar em vós, ai mia senhor!
  
Desses vossos olhos e destes meus
me veo sempre coit[a] e pesar,
poilos meus forom os vossos catar;
ca des i nunca, si me valha Deus!,
       pud'eu em outra rem haver sabor,
       erg'em coidar em vós, ai mia senhor!