Eu digo mal, com'home fodimalho

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Eu digo mal, com'home fodimalho
por Pêro da Ponte


Eu digo mal, com'home fodimalho,
quanto máis posso daquestes fodidos
e trob'a eles e a seus maridos;
e un deles mi pos mui grand'espanto:
topou comigu'e sobraçou o manto
e quis en mí achantar o caralho.

Ando-lhes fazendo cobras e sões
quanto máis poss'e and'escarnecendo
daquestes putos que s'andan fodendo;
e uũ deles de noit'asseitou-me
e quis-me dar do caralh'e errou-me
e lançou depós min os seus colhões.