Ha uma Gota de Sangue em Cada Poema/Refrão de Obús

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Refrão de Obús

 

Partir pêlo ar, atravessar girando
o ambiente perfumado do verão
Sentir o vento novo e brando;
no ímpeto da carreira,
perfumar-se e abrandar-se á viração!...

Partir, com o intimo esfôrço, velozmente:
ver na campina a última leira,
rasgada pêlo último arado,
aberta a boca mansa, esperar a semente!...

Partir, ouvindo os passarinhos,
que despertara a cotovia,
musicar, lado a lado,
o êxtase florescido dos caminhos!...

Ó! como é bom partir, subindo!...
Sob a palpitação da madrugada fria,
à ovação triunfal do dia infante e lindo
ó! como é bom partir subindo!...
Partir, alimentando um desejo de escol;
partir, subindo pêlo espaço para o sol!...

Mas na suprema glória de subir,
sentir
que as fôrças vão faltar:
e retornar de novo para a terra;
e servir de instrumento numa guerra;
e rebentar,
e assassinar!...