Hino do estado do Maranhão

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Brasão do Maranhão.svg Hino do estado do Maranhão Bandeira do Maranhão.svg
Letra por Antônio Baptista Barbosa de Godois
Melodia por Antônio dos Reis Raiol


Entre o rumor das selvas seculares,
Ouviste um dia no espaço azul, vibrando,
O troar das bombardas nos combates,
E, após, um hino festival, soando.

Salve Pátria, Pátria amada!
Maranhão, Maranhão, berço de heróis,
Por divisa tens a glória
Por nome, nossos avós.

Era a guerra, a vitória, a morte e a vida
E, com a vitória, a glória entrelaçada,
Caía do invasor a audácia estranha,
Surgia do direito a luz dourada.

Reprimiste o flamengo aventureiro,
E o forçaste a no mar buscar guarida
E dois séculos depois, disseste ao luso:
- A liberdade é o sol que nos dá vida.

Quando às irmãs os braços estendeste,
Foi com a glória a fulgir no teu semblante
Sempre envolta na tua luz celeste,
Pátria de heróis, tens caminhado avante.

E na estrada esplendente do futuro,
Fitas o olhar, altiva e sobranceira,
Dê-te o porvir as glórias do passado
Seja de glória tua existência inteira.