Hino do município de Altamira

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hino do município de Altamira
Letra por Jônatas Batista
Melodia por Deoclides de Almeida


Da Amazônia virente e radiosa
Um pedaço nos coube em partilha
Terra vasta, fecunda e grandiosa
Da natura esplendor, maravilha

Oh! Terra amada e fecunda
Fecundo e ditoso chão
Luz do céu teu seio inunda
Oh! Terra da promissão (bis)

Cantam aves nos bosques silentes
Rugem feras nas matas fechadas
No furor da cascata fremente
Há soluço de trova magoada

Oh! Terra amada e fecunda
Fecundo e ditoso chão
Luz do céu teu seio inunda
Oh! Terra da promissão (bis)

Na floresta ou na hiléia sombria
Tudo é forte, viçoso e gigante
Altamira onde o sol oficia
Revestida de luz deslumbrante

Oh! Terra amada e fecunda
Fecundo e ditoso chão
Luz do céu teu seio inunda
Oh! Terra da promissão (bis)

Do Xingu águas verdes parece
Verde tela de verde polida
Altamira de verde se tece
Terra linda de verde vestida

Oh! Terra amada e fecunda
Fecundo e ditoso chão
Luz do céu teu seio inunda
Oh! Terra da promissão (bis)