Hino do município de Amparo de São Francisco

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hino do município de Amparo de São Francisco
Letra por Antônio Freire de Souza
Melodia por ?


O teu início se deu na monarquia
Quando implantou-se a pedra fundamental
Numa fazenda, aquela onde viria
Em tão pouco tempo, transforma-se em um arraial
És tu Amparo, estrela matutina
Que nos dá força, esperança e amor
Embora seja, no teu corpo pequenina,
Mas a nossa luta é defendê-la com fervor
Em terras férteis, que plantando tudo dá
Demandava o arroz e o algodão
A batata e o inhame se plantou,
Também dá cana, dá o milho e o feijão
O município é abençoado por Deus
O esplendor, que transborda essa beleza
Que nos conforta, amparando os filhos teus
E nos aquece com toda essa natureza
O São Francisco, esse rio caudaloso
Com sua nascente num Estado do Sudeste
Que vem correndo, tão bonito e tão formoso
Trazendo riqueza para os Estados do Nordeste
Temos comércio, pecuária e agricultura
Temos prainha, esporte e o lazer
Temos escola, que é o que nos assegura
Para o futuro, que devemos aprender
Terra adorada, pequenina e hospitaleira
Cheia de esplendor, de um povo varonil
Que por orgulho, dessa terra altaneira
E tem como Sergipe, um pedaço do Brasil
És tu Amparo, estrela matutina
Que nos dá força, esperança e amor
Embora seja em seu porte pequenina
Mas é nossa luta defendê-la com fervor
Em tuas matas encontrou-se a capelinha
Que deu origem a sua povoação
Dentro da mesma, encontrou-se uma santinha
A quem devemos muito amor e devoção
Foi em Amparo que se achou essa santinha
Em nossa terra, foi a imagem primeira
Nós a adoramos como mãe, como rainha
Que será para sempre, da cidade a padroeira
O nosso Amparo foi emancipado,
Por Epaminondas e Martinho, que o fez
Passaram a cidade, como fosse um povoado,
Em 25 de novembro de 1953
E a sua história, para quem nos entende
A qual devemos conservá-la com amor
Fazendo jus ao senhor João da Cruz Freire
Esse pioneiro, o seu grande fundador