Hino do município de Araguaiana

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hino do município de Araguaiana
Letra por Geraldo Poeta
Melodia por Geraldo Poeta


Beijando as águas do Araguaia,
A sombra dos coqueirais
Ai está Araguaiana,

Tão formosa sem igual
Estrela do Centro-Oeste,
Resplandecente de amor sem fim
Terra abençoada, Cidade, Amada onde eu nasci...

Tu tens rochas altaneiras,
Obra santa do porvir,
Tu és hospitaleira e,
O teu povo a sorrir
Princesa do Araguaia,
Teu futuro é cor de anil Araguaiana,
Cidade amada, joia pura do meu Brasil...

A imagem do cruzeiro,
Nossa Pátria abençoou
A saudade de D. Bosco,
Nunca mais se apagou
Salve Auxiliadora,
Da juventude protetora
Nos colégios salesianos,
Com irmãs e professores...

Em ti resplandece o futuro,
E o encanto do sertão
Araguaiana, terra querida,
Está dentro do meu coração
Tu és a luz do infinito,
A estrela da Nação Marcha Araguaiana,
Ergue bem alto o teu pendão...

Teus bosques enflorescidos,
O meu torrão abençoado
Teus velhos pioneiros,
Da lembrança do passado
Tuas matas verdejantes,
Com belos campos de prados
Araguaiana, é o portal,
Do Amazonas abençoado...

Araguaiana é um celeiro,
Com o seu solo sagrado
É para seus filhos,
Um sonho realizado
Uma oferta de respeito,
Para este povo ordeiro
Araguaiana fala Bem Vindo,
Para todos os brasileiros...

Aí está o velho porto,
Por onde Rondon passou
O marcos do amor,
Na fronteira ali deixou
Um pequeno arraial,
Bem de longe avistou
É a formosa Araguaiana,
Que a história consagrou