Hino do município de Atílio Vivácqua

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hino do município de Atílio Vivácqua
Letra por Carlos Augusto Busato Barros e Sebastião Antônio Lima Barros
Melodia por Carlos Augusto Busato Barros e Sebastião Antônio Lima Barros
Criado pela LEI nº 1056/2014, de 14 de abril de 2014.

Que coisa linda a natureza brasileira.
Cachoeiras, rios e cascatas.
Que coisa linda, minha gente.
Marapé, hoje Atílio Vivacqua.

No sul do Espírito Santo,
cortada ao meio pelo rio Muqui.
Lindas paisagens, que encanto!
A natureza é deslumbrante por aqui:

A Pedra do Moitão onipotente,
majestosa sobre a cidade a reinar.
És um símbolo sagrado
e o nosso povo aprendeu a te amar.

Oh meu querido torrão.
Hoje o poeta se vestiu de ilusão
e com a pureza de uma criança feliz
vem exaltar a sua criação,
suas origens, os seus desbravadores,
as suas tradições,

A matriz, a velha estação,
as serenatas e o futebol,
os preservados casarões,
coisas que marcam os nossos corações...

Ex-São Felipe, ex-Marapé...
Atílio Vivacqua minha cidade hoje é.
Meu Marapé, eu amo você.
Atílio Vivacqua, longe de ti não sei viver.