Hino do município de Brejões

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hino do município de Brejões
Letra por Adelina Oliveira Magalhães
Melodia por ?


Juventude de minha terra
Dizei-me lírios em flor,
Da Bandeira Brejoense
Sabeis acaso o valor?

O valor desta Bandeira
Que da paz é mensageira
Paz, que vós mesmos sentis?
Desta Bandeira triunfante
Que tremula deslumbrante
Em vossas mãos juvenis?

É símbolo de vossa terra
Vossa Brejões, vede-a bem,
Ostenta a luz e a pureza,
Que essa vossa alma contém!

É a vossa terra querida
Quando assim palpita unida,
Preza ao vosso coração;
No vosso tenro organismo
Arde a pyra do civismo
Com as lavas de um vulcão!

É o símbolo de vossa Terra,
Carregai, é vossa cruz!
Se por ela sucumbires,
Morrereis como Jesus!

Neste caso não é morte,
É um sublime transporte,
Ir do calvário ao Thabor!
Tombar, sentindo no peito,
Por Brejões, o grande efeito
Da aquiescência do amor!

Trazê-la sempre nos braços,
Não há ventura melhor!
Quando por ela fizerdes,
O sacrifício maior!

Se para bem do seu prestígio
Praticardes o prodígio
De heroísmo colossais!
Através dos vidros de aumento,
Foi um simples cumprimento
De um dever, e nada mais.


E ainda se for preciso,
De combater inimigos,
Pra esta Terra defender!
Em redor desta Bandeira,
Formareis uma trincheira
Que ninguém possa abater!

E nesta honrosa defesa,
Ninguém vos esmagará!
E o vosso Deus Ab-Eterno,
Não vos abandonará!

Porque este símbolo sagrado,
Que tremula ao vosso lado,
E que vos ensina a sentir;
Só deixará de ir a frente,
Quando, nenhum Brejoense,
Nenhum, somente existir!