Hino do município de Buritama

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hino do município de Buritama
Letra por Paulo César de Freitas e José Antonio Bezerra
Melodia por Paulo César de Freitas


Resplandece no horizonte o raiar de nov'aurora
Refletindo em tuas águas o brilho de tua glória
As famílias pioneiras às margens do rio corrente
Com os olhos no futuro lançam no chão a semente;
 
Brotou da terra nos cintéis dos tempos idos
Linda Palmeiras dos heróis tão destemidos
Da póvoa tenra, num crescer alucinante
À Buriti linda, terna, exuberante...

Salve! Salve! Minha terra!
Salve! Salve! Buritama!
Eis o canto do teu povo
Este povo que te ama...
 
Resplandece no horizonte a santa terra prometida
Campos verdes, solo fértil, Buritama tão querida
N'amplidão de tuas plagas descortina o alvorecer
Até onde a vista alcança sobre as águas do Tietê;
 
Dorme o Macuco um sono lento em minh'alma
Vai ecoando peito adentro e não se acalma
Tuas praias são riquezas naturais
Buritama, recanto de amor e paz...
 
Salve! Salve! Minha terra!
Salve! Salve! Buritama!
Eis o canto do teu povo
Este povo que te ama...