Hino do município de Cabrobó

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hino do município de Cabrobó
Letra por Eduardo Feijó de Araújo Paiva
Melodia por ?

Em caravelas de terras distantes,
Bravos homens em naus a singrar
Novo mundo, Brasil, Rio São Francisco
Em paragens tropicais ancorar

Sesmarias, sertões tão distantes
Com bandeiras rio acima adentrar
Pelo sonho de em terras alheias
Entre serras e ilhas edificar

CABROBÓ, CABROBÓ ouço ainda a nação KARIRI
CABROBÓ, CABROBÓ, com tambores rufando alertar
Para chegada de nobres e vaqueiros
A existência da tribo TRUKÁ

Bravos homens vindo além do mar
Construir essa nova nação
Missionários e índios guerreiros
Se fundindo em um mesmo brasão

Sangue Negro trouxe a força bruta
De quilombos para miscigenar
O orgulho do povo da terra
O teu nome eu hei de eternizar

CABROBÓ, CABROBÓ ouço ainda a nação KARIRI
CABROBÓ, CABROBÓ, com tambores seguindo em procissão
Festejando em tom ecumênico
É beleza do grande sertão

Quando as águas do Rio São Francisco
Tuas terras ousaram inundar
Veio a fibra e a bravura dos homens
Para de novo dos escombros levantar

Na cebola força da agricultura
Na história tu tens para lembrar
Cassiano, Solônio, Dias Ávila
Gonçalo Coelho e o Coronel Trapiá

CABROBÓ, CABROBÓ ouço ainda a nação KARIRI
CABROBÓ, CABROBÓ, quando vejo a matriz imponente
Ganho a força e choro contente
À memória de Brígida Alencar