Hino do município de Carmo do Cajuru

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hino do município de Carmo do Cajuru
Letra por José Carlos Gonçalves
Melodia por José Carlos Gonçalves
Instituído pela lei municipal nº 2235 de 17 de dezembro de 2008.

No cenário de Minas Gerais, és destaque, ó cidade altaneira!
Do labor de teus filhos leais, dás o pão do saber e da mesa.
Tua história de glória é marcada, és rincão de beleza sem par,
Tua fauna e flora fulguram entre as margens do Rio Pará.

Refrão

Salve! Carmo do Cajuru, te saudamos formosa cidade!
És por nós fielmente amada, dos primórdios, ó Boca da Mata.
Salve! Carmo do Cajuru, solo fértil, aos céus consagrado.
Teu futuro reflete esperança sob as bênçãos da Virgem do Carmo.

És de Minas um pólo fecundo, teu progresso crescente se faz
Teu civismo abrasa tua gente, vai à luta em busca da paz.
A cultura, a arte, o folclore deste povo querido e gentil
Contam a história de homens ilustres, que por ti têm amor varonil.

Salve! Carmo do Cajuru, te saudamos formosa cidade!
És por nós fielmente amada, dos primórdios, ó Boca da Mata.
Salve! Carmo do Cajuru, solo fértil, aos céus consagrado.
Teu futuro reflete esperança sob as bênçãos da Virgem do Carmo.

Tão perene e nobre hás de ser, meu torrão, que me viste nascer.
Mesmo longe, não posso esquecer teus encantos ao amanhecer,
Se distante, um dia, viver e não mais eu puder contemplar-te,
Peço a Deus que, enfim, me permita pelo menos contigo sonhar.