Hino do município de Cataguases

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hino do município de Cataguases
Letra por Rebeldino Batista
Melodia por Francisco Corrêa


Flor esplendente da mata!
Cataguases bem fadada,
Terra por nós adorada,
Que os corações arrebata.
De ti, quem pouco presume,
Mentindo ao próprio sentir,
Não vês que és filha de Nume,
Que teu fado se resume,
Teu futuro se desata
Num constante progredir.

Vai longe o tempo nefário,
Vão longe os dias de dor.
Findo o teu triste fadário,
Sentes de novo o calor
Que, do peito de teus filhos,
A redeirar os teus brilhos,
Transborda em estos de amor.
És a Phenix rediviva!
Desfeito o negro sudário,
Resurge a face da Diva.

Salve, é ninho de encantos.
Salve, Princesa da Mata,
Ouves de perto a sonata
Cheia de magos quebrantos,
Que o rio canta, tremente,
Enaltecendo-te as graças.
Tudo aqui vive contente...
Do céu o azul, a aura clente,
As flores, aves aos cantos,
Tudo te envia profalças.