Hino do município de Conceição do Castelo

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hino do município de Conceição do Castelo
Letra por Marlúcia dos Santos Pereira
Melodia por Marlúcia dos Santos Pereira

Conceição do Castelo amada
Quanto orgulho em morar aqui
Neste berço de belas paisagens
Que em outro lugar nunca vi.

Suas mãos estendidas me embalam
E sem medo eu posso seguir
Porque és meu recanto seguro
Da Nação admirável jardim.

Sua terra de solo fecundo
Esperança traz ao cidadão
A mesma que trouxe os portugueses
Para nossa rica região.

Preservando a cultura do povo
Que o nome deu esse lugar
Que demonstra a fé dessa gente
Conceição tu és singular.

Como véu de noiva nos montes
Desabrocham as flores dos cafezais
Como pérola luzente almejada
Se destaca nos labores rurais.

Seus vales de matas floridas
Cachoeiras, Saíras a cantar
São tesouros de Deus recebidos
Que a alvorada vem anunciar.

Sua gente traz traços de raças
Que lutaram por ideais
De fazê-lo muito glorioso
Cidade dos meus ancestrais.

Conceiçoense garrido não deixe
Essa chama ardente sumir
Seu futuro é repleto de louros
Para fazer o município luzir.

Hoje emancipados
Colhemos os nossos lauréis
De Itapemirim, Cachoeiro e Castelo
Fomos filhos fiéis.

Gentis guerreiros e hospitaleiros
Incansáveis de tanto lutar
Nosso lema de hoje e sempre
Com amor é: "Trabalhar e confiar".

Como véu de noiva nos montes
Desabrocham as flores dos cafezais
Como pérola luzente almejada
Se destaca nos labores rurais.

Seus vales de matas floridas
Cachoeiras, Saíras a cantar
São tesouros de Deus recebidos
Que a alvorada vem anunciar.