Hino do município de Coqueiro Seco

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hino do município de Coqueiro Seco
Letra por Darci do Nascimento e Alberto do Nascimento
Melodia por Jonas Duarte

Coqueiro Seco terra de meus ancestrais,
banhado pelos rios da glória,na tua história és varonil,
tremulando no céu do Brasil.

Ó Mundaú, lagoa querida, história da gente.
És vida, tristeza, sofrida, alegria sonhada,
na luta do amor e da paz.

Coqueiro Seco tua beleza é imensa,
os teus filhos a te semear.
As crianças são glórias nas histórias
dos teus coqueirais.

Monte Santo nome que a ti deram,
no tempo de tua exploração.
A contemplar essa beleza imensa,
tiveram inspiração.

Ó Mundaú, lagoa querida, história da gente.
És vida, tristeza, sofrida, alegria sonhada,
na luta do amor e da paz.

Sob a imensidão do céu azul.
Os Coqueiros se embalam no amor e na paz.
Os sinos repicam o teu canto mavioso de esperança, amor e Fé.
Canoas, varais e redes são armas de pescador.

Ó Mundaú, lagoa querida, história da gente.
És vida, tristeza, sofrida, alegria sonhada,
na luta do amor e da paz.