Hino do município de Dois Córregos

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hino do município de Dois Córregos
Letra por Carlos Alberto Suriano do Nascimento
Melodia por Carlos Alberto Suriano do Nascimento
Hino oficializado através do decreto nº 1835, de 29 de outubro de 1985.


À caminho d ‘oeste a Bandeira,
Brava gente das Minas Gerais.
De São Paulo a pousada tropeira,
Mokoy Yembu num instante se faz.

Do tupi a primeira morada,
Entre rios, o planalto, a capela.
Mira e Lopes em guapa jornada,
Mokoy Yembu é o nome da terra.

Dois Córregos, amado torrão,
Teu passado o amor construiu.
De São Paulo um pedaço de chão,
Espelhando este imenso Brasil.

Sob a luz do Divino, a pousada.
De Dois Córregos fez-se a cidade.
O botão da roseira plantada,
Em escolas, indústrias, se abre.

Neste vale do Fundo e Lajeado,
Tanta gente acolheu extremosa.
Filhos teus, que tão rico legado,
Nos deixou esta terra gloriosa.

Dois Córregos, amado torrão,
Teu passado o amor construiu.
De São Paulo um pedaço de chão,
Espelhando este imenso Brasil.