Hino do município de Fátima (Bahia)

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hino do município de Fátima
Letra por
Melodia por ?

Fátima, meu berço amigo
Minha terra, meu lugar
É você o meu abrigo
Para meus olhos embalar

Fátima, menina faceira
Aqui sempre vou morar
E viver a vida inteira
Por seu progresso luta

Monte Alegre do passado
Monte Alverne da esperança
Vila de Fátima do futuro
Minha Fátima tão criança

Nasceu no Sertão Agreste
Sem pompa nem distinção
Só com o trabalho terrestre
E homens de muitas ações

Ângelo Lagoa criou
No mato um barracão
E um povoado formou
Com medo de Lampião

Monte Alegre do passado
Monte Alverne da esperança
Vila de Fátima do futuro
Minha Fátima tão criança

Na feirinha do Mocó
Boa semente germina
Onde só tinha inço
Hoje é cidade menina

João Maria da história
Desta terra muito amada
Com a sua trajetória
Deixou Fátima emancipada

Monte Alegre do passado
Monte Alverne da esperança
Vila de Fátima do futuro
Minha Fátima tão criança

Minha terra muito amada
Terra fértil, céu de anil
Do seu povo estimado
É também a mãe gentil

Nessa terra planta milho
Mandioca e feijão
È paraíso que brilha
Nesse imenso Sertão
 
Monte Alegre do passado
Monte Alverne da esperança
Vila de Fátima do futuro
Minha Fátima tão criança
 
É uma terra hospitaleira
Que muito amor irradia
Solidária e altaneira
É um pedacinho da Bahia

Sua gente muito honrada
Acredita e confia
Que esta terra tão amada
Vai ter muita harmonia

Monte Alegre do passado
Monte Alverne da esperança
Vila de Fátima do futuro
Minha Fátima tão criança