Hino do município de Governador Lindenberg

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hino do município de Governador Lindenberg
Letra por Alessandra Finco Gottardo
Melodia por Alessandra Finco Gottardo
Instituído pela Lei municipal nº 765, de 28 de junho de 2016.

Cantar belezas de nossa terra
Nos engrandece e encoraja a alma
Ver como artista o esplendor do belo
Cada detalhe no olhar ressalta
De Alto a Baixo o curso da História
Registros vivos - colonização
Desbravadores fortes, destemidos
Em suas tropas, grande privação
Povo de fé, reais comunidades
em suas terras foram se firmar
E esculpindo um lugar pujante
De que hoje temos que nos orgulhar.

Nossas riquezas se apresentam aos montes
Cobrem a terra em Brande extensão
Exalam o cheiro forte do progresso
Grãos que transformam o suor em pão.
Preciosa é também a descendência
De nosso sangue na vela a correr
Italianos e alemães celebram
Com outras raças seu o jeito de ser
Na Nova Itália o saudosismo clama
E em uma estaca a demarcação
De um município que se faz crescente
51 merece aclamação.

Somos lindenberguenses
Vamos a caminhar
Em busca de um novo tempo
Das gerações sempre a cuidar

Vamos eternamente
Cantar nosso hino de amor
Saudando nossa linda cidade
De todos nós berço acolhedor

A natureza é marca expressiva
Verde estampado em diversos tons
planta nativa, roça cultivada
Celebram a terra fértil deste chão
Suas paisagens se elevam em montanhas
Erguem-se belas em Doce Pontões
Eremitérios naturais em prece
Levam seus filhos a contemplação
Um município filho de Princesa
Constrói legado com seus cidadãos
Em homenagem a Carlos Lindenberg
Governador de honrosa menção.

Somos lindenberguenses
Vamos a caminhar
Em busca de um novo tempo
Das gerações sempre a cuidar

Vamos eternamente
Cantar nosso hino de amor
Saudando nossa linda cidade
De todos nós berço acolhedor