Hino do município de Graça

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hino do município de Graça
Letra por Pinto Carneiro
Melodia por ?

Nós somos o Graça, nós somos
Outro Graça no mundo não há
Minha gente, meu chão, minha terra
Pé-de-serra do meu Ceará.

Se a Ibiapaba te guarda,
O valente Altamira te mira.
Fazenda Pedregulho, um orgulho
Da história que te enche de glória.

Ó meu Graça que a tua impressão
Nunca saia do meu coração
Onde eu estiver hás de estar,
Minha terra, meu chão, meu lugar.

Tens da bela selvagem a linhagem,
Trazes algo do branco fidalgo.
Foi da índia e do português
Que essa grande família se fez.

Ó meu Graça que a tua impressão
Nunca saia do meu coração
Onde eu estiver hás de estar,
Minha terra, meu chão, meu lugar.

Tuas festas de reis dia seis
Unem o povo como um Ano Novo
O teu 15 de abril é perfil
Dessa gente hoje independente.

Ó meu Graça que a tua impressão
Nunca saia do meu coração
Onde eu estiver hás de estar,
Minha terra, meu chão, meu lugar.

Tua fé tem na Virgem a origem
Recebendo essas graças tu passas
Em agosto celebra com gosto
Essa festa que é ver o teu rosto.

Ó meu Graça que a tua impressão
Nunca saia do meu coração
Onde eu estiver hás de estar,
Minha terra, meu chão, meu lugar.