Hino do município de Itaberaí

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hino do município de Itaberaí
Letra por Antônio Severino Coelho
Melodia por Antônio Severino Coelho

Nos dias da história da pátria gigante,
Buscando sua glória o feliz bandeirante,
Na terra aportou dos índios goiases,
Na Orla altaneira, de prados e montes,
Surgiu este berço de filhos audazes.

Querida cidade, Itaberaí!
Teu nome adorado ao longe ressoa.
Salve! Salve! Itaberaí!
A Paz e a saudade tão ledas entoa.
Salve! Salve! Itaberaí.

Nos lindos vergéis da campanha orvalhada,
Montando o corcel, o herói da alvorada,
Pisou este solo; deu vida a esta terra,
Creou nossa urbe, comuna brilhante,
Do Rio das Pedras, a gente que encerra.
 Querida cidade, Itaberaí!
Teu nome adorado ao longe ressoa.
Salve! Salve! Itaberaí!
A Paz e a saudade tão ledas entoa.
Salve! Salve! Itaberaí.

Nos tempos remidos, da aurora ao presente,
Os filhos queridos um labor ingente,
Da Terra adorada forjaram a história,
O Povo fulgura e surge o arrebol,
Nas Letras, nas artes, refulge p’ra glória.

Querida cidade, Itaberaí!
Teu nome adorado ao longe ressoa.
Salve! Salve! Itaberaí!
A Paz e a saudade tão ledas entoa.
Salve! Salve! Itaberaí.