Hino do município de Júlio de Castilhos

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hino do município de Júlio de Castilhos
Letra por Manuel Albino Torres Caballero
Melodia por Syomara Maria Herter Terra
Hino escolhido no mês de setembro de 2006

Surge o canto deste povo
Ecoando nas coxilhas...
É no verde das pastagens,
No dourado dos trigais
Que viceja um povo novo,
Sustentando ideais.
Júlio de Castilhos,
De heróicos ancestrais!

Ó meu belo rincão gaúcho,
Já no início da tua história
Houve luz, e esperança
De uma grande trajetória!
O jesuíta a cruz plantou
E o índio, a lança e a glória.

Vila Rica de outrora,
Da pousada do tropeiro!
Rios, matas, cachoeiras.
Berço ilustre de homens fortes,
Que apontaram novos rumos
Para o povo brasileiro.

Surge o canto deste povo
Ecoando nas coxilhas...
É no verde das pastagens,
No dourado dos trigais
Que viceja um povo novo,
Sustentando ideais.
Júlio de Castilhos,
De heróicos ancestrais!

Minha Júlio de Castilhos,
Onde o sal tempera a carne
E o suor do plantador,
Que é força desta terra,
Faz vingar novas sementes
De justiça e de labor!

Esta estirpe idealista
Pecuarista e agricultor,
Estudante sonhador,
Operário e construtor
Alicerçam teu futuro,
Teu futuro promissor!

Surge o canto deste povo
Ecoando nas coxilhas...
É no verde das pastagens,
No dourado dos trigais
Que viceja um povo novo,
Sustentando ideais.
Júlio de Castilhos,
De heróicos ancestrais!