Hino do município de Lábrea

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hino do município de Lábrea
Letra por Francisco Sebastião de Souza
Melodia por Raimundo Eusébio de Andrade


Na história do nosso Estado
Um marco importante ficou
Quando um jovem guerreiro e valente
Nas entranhas da selva pisou,
Do Nordeste ele trouxe seu povo
De aventuras também era amante
Foi assim que nasceste, oh Lábrea,
És querida, amada e radiante.
 
Lábrea de progressos tantos
És por teus filhos amada
Teu passado é de glórias
És por DEUS Abençoada!
 
Na bravura dos antepassados
Conhecemos a glória e a riqueza
Pois a selva era o lar conhecido
E não temiam a própria natureza
Descobrindo o famoso ouro branco
Foram assim os nossos precursores
Nos tempos áureos da borracha
Num gemido de canto e de dores.

Lábrea de progressos tantos
És por teus filhos amada
Teu passado é de glórias
És por DEUS Abençoada!
 
Tua flora é muita rica
E a fauna de belezas mil
O teu solo é fértil
E o céu da cor de anil
O teu é honesto e ordeiro
Também serves de berço à paz
Quem te visita não esquece,
Não esquece, não esquece jamais!

Lábrea de progressos tantos
És por teus filhos amada
Teu passado é de glórias
És por DEUS Abençoada!