Hino do município de Mogeiro

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hino do município de Mogeiro
Letra por Maestro Flaviano de F. Cavalcante
Melodia por Maestro Flaviano de F. Cavalcante

 
Quando olho para os montes que cercam
Onde encontro a beleza singular
Que o raiar do sol me traz a cada dia
Terra bendita pra sempre vou te amar.

Baluartes semearam no passado
As sementes que o progresso hoje nos traz
Grandiosa em riquezas, valorosa no labor
Virtuosa, berço esplendido da paz.

Mogeiro! Terra adorada! Com euforia nós iremos te honrar
Sempre avante vão teus filhos, bravos homens
Imaculado o teu brasão sempre será.

Mogeiro! Que maravilha! A Alegria do teu povo a contemplar
A beleza das três cores que concebem o teu pendão
E proclamam a liberdade do lugar.

Nos teus campos verdejantes brotam frutos
Nos teus rios braços fortes a pescar
A indústria enobrece a nossa história
Com orgulho ao mundo inteiro eu vou cantar.

E marchando a passos largos vamos todos
Na vanguarda pra o teu nome elevar
Venturosa e refulgente, destemida, original
Soberana e triunfante, sem igual.

Mogeiro! Terra adorada! Com euforia nós iremos te honrar
Sempre avante vão teus filhos, bravos homens
Imaculado o teu brasão sempre será.

Mogeiro! Que maravilha! A Alegria do teu povo a contemplar
A beleza das três cores que concebem o teu pendão
E proclamam a liberdade do lugar.

A beleza das três cores que concebem o teu pendão
E proclamam a liberdade do lugar.

Avante! Mogeiro, avante!