Hino do município de Montadas

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
{| class="headertemplate" style="background-color:white; border-collapse:collapse; empty-cells:hide;"
Hino do município de Montadas
Letra por Edilson Belarmino da Silva
Melodia por Edilson Belarmino da Silva

Origem de nossa independência
Amor, veracidade, sabedoria,
Ser de justiça e destemido no servir.
Radiante história com sentido, reluzente,
resplandecente e varonil.
Soberano em nosso vigor de grandeza,
heroico e pátrio município do Brasil. (BIS).

Em passados, verdes matas, amplas florestais
Hoje campos, terra fértil, pastos, plantações.
Nossos campos brotam frutos, dão sementes
Resultado da lida do agricultor,
O pão nativo é posto a mesa sem desdenha,
Por quem cultiva e colhe o fruto deste chão,
Quem toca o gado representa a nossa história,
Gado e vaqueiros turvos na vegetação. (BIS)

Gente nobre em regimento a culta educação,
Ascendentes no saber a progredir,
Versátil rumo segue a classe descendente,
Vespertino, luminar ao seu porvir,
Elo crescente pleiteando a plenitude,
Rol de firmeza, modéstia e tradição.
Partilha ativa, crença e fé religiosa
Desde primórdios ritos vulgos da nação. (BIS)

És Montadas, aguerrida forte e memorial
Bandeira erguida em combatíveis decisões,
A justiça sem temor segue inerente,
Triunfantes rastros dantes em acessão,
Amar a terra como Deus amou as flores;
Dito distinto em memorável afeição.
Cidade menina, de olhos azuis, enaltecente
Predestinável culminar em progressão (BIS)

|class="gen_header_forelink header_forelink noprint ws-noexport" | |}