Hino do município de Nova Olinda (Paraíba)

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hino do município de Nova Olinda
Letra por Albertino de Sousa Barreiro
Melodia por Albertino de Sousa Barreiro

Salve, salve, ó Nova Olinda,
Terra amada e por nós tão querida.
Salve, salve ó Nova Olinda,
Em teu semblante reluz nossa vida.

Entre as serras fizeste morada
Pelos rios deixastes banhar.
Covardia jamais terra amada
Nós queremos pra sempre te amar.

Se embalas em teu seio este povo
São teu filhos de amor que conduzes.
Da Andreza queremos de novo
Constatar que és terra das luzes.

Salve, salve, ó Nova Olinda,
Terra amada e por nós tão querida.
Salve, salve ó Nova Olinda,
Em teu semblante reluz nossa vida.

Salve Nova Olinda de glorias
Nunca um sol já brilhou mais que o teu.
Haveremos de honrar nossa história
Nessa terra onde onde o amor já nasceu.

Oh! que Serra Furada sem par
És mãe fértil repleta de vida.
Como é bom sob o teu pálio estar
Sem que fales, teu céu nos convida.

Salve, salve, ó Nova Olinda,
Terra amada e por nós tão querida.
Salve, salve ó Nova Olinda,
Em teu semblante reluz nossa vida.

Que não sejas debilmente enganada
Que respondas ao explorador.
Não te traiam os que a tem por amada
És tão linda e não patíbulo de dor.

Já nascestes aos pés de uma cruz
Em teu verde há balbucios de fé.
Desde o engenho tua prece reluz
Ao altar cantaremos de pé.

Salve, salve, ó Nova Olinda,
Terra amada e por nós tão querida.
Salve, salve ó Nova Olinda,
Em teu semblante reluz nossa vida.