Hino do município de Portelândia

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hino do município de Portelândia
Letra por Rildo Rodrigues de Oliveira
Melodia por ?

Sois a herança de um tempo em que havia
Carreiros, tropeiros a pernoitar
As margens do Córrego da Porteira
Por companheira, a lua a espiar
A comitiva que, em juntas ou tropa,
Depois do descanso, seguia viagem
Levando consigo alguns mantimentos,
Vários pertences e a fé na bagagem.

E sob o olhar quase aventureiro
Ao toque do “olheiro” veio gestar
O solo que antes já era fecundo
Em virgens pastagens, cedia lugar.

PORTELÂNDIA está
Feito criança pelos quintais
Caminhando com a modernidade.
PORTELÂNDIA te amo demais!
Quero ter-te bem junto a mim,
Quero ver-te pujante, enfim,
Contemplando o esplendor de GOIÁS!

Cobrindo o chão que é rico em bênçãos:
Tudo que se planta se colhe, se dá!
E o belo berço que ora ornamenta
Revela a presença do Deus criador.
E quando chegardes à mocidade
Sentireis saudades do que se passou:
Figuras ilustres, fatos marcantes
Ficaram gravados, teu nome elevou.

Pois não há riqueza maior do que um povo
Sempre respeitoso onde quer que vá.
Que, ao receber a visita do amigo,
Tem bons motivos para celebrar!

PORTELÂNDIA está
Feito criança pelos quintais
Caminhando com a modernidade.
PORTELÂNDIA te amo demais!
Quero ter-te bem junto a mim,
Quero ver-te pujante, enfim,
Contemplando o esplendor de GOIÁS!