Hino do município de Pratânia

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hino do município de Pratânia
Letra por Francisco Marins
Melodia por Tinoco e José Carlos Perez

Pratânia, Pratânia.
Município, terra querida!
De gente nova e antiga,
De boa luta, luta renhida.
De gente nova e antiga,
De boa luta, luta renhida.

Sertão bruto no clarão da serra,
Peão e fazendeiro confio de barba.
Dividem terras alvissareiras,
Campos pra gadaria, matas pros cafezais.
Dividem terras alvissareiras,
Campos pra gadaria, matas pros cafezais.

Entre rios e belas figueiras,
Cresce ao longo, um povoado;
Que vai além fronteiras,
De gente forte, solo habitado.
A Prata, hoje ressurgente,
Na cultura, sem igual.
Resplendente na música
Por outros trabahos, muito mais.
Resplendente na música
Por outros trabahos, muito mais.

Pratânia, Pratânia.
Município, terra querida!
De gente nova e antiga,
De boa luta, luta renhida.
De gente nova e antiga,
De boa luta, luta renhida.