Hino do município de Ressaquinha

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hino do município de Ressaquinha
Letra por Aura Celeste de Castro Possa
Melodia por Geraldo Magela da Silva e Homero Lucas de Oliveira
Instituído pela lei municipal nº 941 de 2003.

Caminho dos inconfidentes
Pedacinho das Minas Gerais
Bem no Campo das Vertentes
Tu és um elo, ligando capitais

Gravado com letras de ouro
Está teu nome no Brasil Colonial
Bandeirantes desbravaram tuas terras
Construindo a Estrada Real

Cidadãos ilustres e humildes
Que sempre souberam te amar
Os filhos de hoje e de outrora
De ti sempre irão se orgulhar

Em busca do ouro e esmeraldas
Viajores por aqui trafegavam
Encontrando na Costa da Mina
A pousada que procuravam

Tu és a cidade dos jardins
Tu tens a beleza natural
O teu centro com altaneira matriz
Faz de ti um cartão-postal

Cidadãos ilustres e humildes
Que sempre souberam te amar
Os filhos de hoje e de outrora
De ti sempre irão se orgulhar

Tuas serras, campos e matas...
Beleza tanta não há igual
Neste solo sagrado e fecundo
Do Rio Doce brota o manancial

Outros povos aqui chegaram
Unindo-se a teus filhos num grande ideal:
Fazer crescer Ressaquinha
No cenário nacional

Cidadãos ilustres e humildes
Que sempre souberam te amar
Os filhos de hoje e de outrora
De ti sempre irão se orgulhar