Hino do município de Rio Grande

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hino à Cidade do Rio Grande
Letra por Frederico Carlos de Andrade
Melodia por José Faine


Sobre a areia, sempre hostil
à semente, ao fruto, à flor
tu, num ingente labor
mais louros dando ao Brasil,
te ergueste, simples, mas boa
provocando em toda a gente
dos aplausos o mais quente
e a mais impulsiva loa.

Terra de Tamandaré,
Porto Alegre, Netto e Dias,
Tens valor, tens rija fá,
tens fecundas energias (2x)

Sempre entregue ao teu afã,
sempre afeita ao teu dever,
tiveste a sorte, o prazer,
de dar vida suave e sã
ao povo bom, cuja história
se alindou bem no teu seio,
esse farto e puro veio
de tudo o que importa em glória.

Terra de Tamandaré,
Porto Alegra, Netto e Dias,
Tens valor, tens rija fá,
tens fecundas energias (2x)

Seja sempre o teu porvir
todo paz, e luz, e amor,
sem que lhe falte o calor
que nas almas faz surgir
afeto ardente ao Direito
aos preceitos da Igualdade
aos ditames da Verdade
e de tudo o que é perfeito.

Terra de Tamandaré,
Porto Alegra, Netto e Dias,
Tens valor, tens rija fá,
tens fecundas energias (2x)